E as preces do Banco Central foram atendidas…


O IBGE divulgou agora pela manhã o resultado do IPCA de dezembro (0,5%) e o acumulado do ano (6,50%). Ao contrário do que previa o mercado (6,55%), o indicador bateu no teto, mas não chegou a rompê-lo em 2011.

Com esse número, o Banco Central e o governo agradecem. Romper o teto da meta, mesmo que por pouco, significaria mais um ponto de desgaste à gestão de Dilma Rousseff e poderia ser utilizado para embasar novas críticas à política econômica em curso.

Além disso, de acordo com o decreto nº 3.088:

Caso a meta não seja cumprida, o Presidente do Banco Central do Brasil divulgará publicamente as razões do descumprimento, por meio de carta aberta ao Ministro de Estado da Fazenda, que deverá conter:

I – descrição detalhada das causas do descumprimento;

II – providências para assegurar o retorno da inflação aos limites estabelecidos; e

III – o prazo no qual se espera que as providências produzam efeito.

Sinceramente, não deve ser nada confortável ter de escrever essa cartinha.

This entry was posted in Inflação. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *