Are the taxes included?

Foto moeda canadense

No Brasil, muitas vezes é difícil saber o quanto se paga de imposto sobre determinado produto. Quem nunca se perguntou, diante de uma compra, quão mais barata ela seria caso não existissem as taxas?

Nos últimos dias, no entanto, tenho experimentado algo bastante diferente. Estou em Vancouver e, para nós, brasileiros, ao fazer a primeira compra a impressão que se tem é que o troco está errado, que está faltando dinheiro… Eu explico melhor…

Até onde consegui entender, para as vendas no varejo, cada província possui certa autonomia em tributar. Aqui em Vancouver, esse imposto, que possui uma porcentagem fixa independentemente do produto, é de 12%. Ou seja, a cada produto com preço de CAD 100 na etiqueta o comprador terá de desembolsar, no entanto, CAD 112. É preciso andar com uma calculadora no bolso para não se perder nas contas!

Esse sistema possui aspectos positivos e negativos como qualquer outro. No entanto, ao menos possibilita ao comprador saber de fato o quanto de tributo está embutido no preço final.

This entry was posted in Curioso. Bookmark the permalink.

3 Responses to Are the taxes included?

  1. Antônio Galdiano says:

    Ow Jorge, boa viagem aí rapaz. Tou com uma inveja danada: adoraria sair daqui do forno de Ribeirão Preto para viver num país mais frio!!! Detesto calor.
    Alguns comentários sobre o texto:
    “Até onde consegui entender, para as vendas no varejo, cada província possui certa autonomia em tributar.”
    Eu suponho que você esteja falando que aí há concorrência tributária entre os estado. Isso é ótimo!
    No Brasil o pessoal é contra a concorrência, isso quer dizer que no Brasil isso é chamado de “Guerra Fiscal entre estados”. MPS.

    “Esse sistema possui aspectos positivos e negativos como qualquer outro. No entanto, ao menos possibilita ao comprador saber de fato o quanto de tributo está embutido no preço final.”
    De fato, possui aspectos positivos e negativos:
    Positivos: o cidadão passa a saber o peso dos impostos, bom pro cidadão!
    Negativos: o governo não tem como esconder seu custo, ruim pro governo!
    Transparência só é ruim para os que foram revelados.

    • Jorge says:

      Fala, Antonio, beleza?
      Não sei se é tão bom negócio estar em um país frio… Aqui a temperatura está variando entre 0º e 5º, é muito frio!
      Um dos problemas, ao menos no meu ponto de vista, desse tipo de tributação é que não é muito viável para o governo promover políticas alocativas por meio da tributação… Por exemplo, não é possível desonerar alimentos que façam parte da cesta básica… Mas, de qualquer forma, realmente é um modo bem mais transparente de tributar…

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *