Skip to content

Uma Economista Que Você Deveria Conhecer: Esther Duflo

janeiro 31, 2013

esther dufloEla é ganhadora da John Bates Clark Medal, a maior consagração possível para os economistas com menos de 40 anos, comanda o maior laboratório sobre pobreza do mundo, não tem televisão em casa, gosta de escalar nas horas vagas e ouve a banda Madness. Esta é Esther Duflo, a brilhante economista que saiu da França para fazer o seu PhD no MIT, e hoje está à frente de uma das mais interessantes pesquisas sobre desenvolvimento do mundo.

Em uma das centenas de palestras que a economista dá pelo mundo, estava sentado na platéia o empresário Bill Gates. Impressionado com os resultados de seu ramo de pesquisa, o milionário da informática decidiu investir pesadamente no laboratório de pesquisa, já que o Poverty Lab “produz evidência científica que ajuda a tornar o esforço de combate à pobreza mais eficiente”.

Segundo a economista, a solução para encontrar evidências científicas sobre o quanto programas sociais ajudam no combate à pobreza passa pela metodologia de “Randomized Evaluations”, ou seja, separa-se duas amostras da mesma população aleatoriamente e submete-se uma, e uma apenas, ao program específico. Assim pode-se mensurar o impacto do programa comparando-se as duas amostras. Tem-se então um método mais eficaz para entender em que medida políticas de microcrédito beneficiam as populações mais pobres, ou como criar incentivos para as mães levarem seus filhos para tomar vacina.

Junto com o economista indiano, Abhijit Banerjee, a economista do MIT lançou ano passado um livro que sintetiza as recentes contribuições de sua pesquisa: [amazon-product text=”Poor Economics: A Radical Rethinking of the Way to Fight Global Poverty” type=”text”]1610390938[/amazon-product]. O livro foi considerado por muitos o melhor livro de economia de 2012.

Como pode-se ver, a economia é uma ciência vibrante e fascinante, as grandes contribuições teóricas e empíricas ainda estão sendo feitas. E ainda há muita coisa para se fazer, que diga Esther Duflo.

4 Comentários leave one →
  1. Antônio Galdiano permalink
    fevereiro 1, 2013 8:20 am

    Essa é uma área em que eu realmente gostaria de entender mais: como que a promoção do micro-crédito das famílias pobres pode promover desenvolvimento econômico? Eu posso estar entendendo errado mas a idéia de micro-crédito também significa “micro-endividamento” (o que para as famílias pobres pode não ser tão micro assim – mania boba de ver as coisas por outro referencial). Esse endividamento é vinculado à aquisição de meios de produção ou é destinado majoramente ao consumo?

    Se houver alguém que tenha estudado isso aí, eu agradeceria muito qualquer parecer a respeito.

    • fevereiro 1, 2013 12:52 pm

      A Duflo já fez estudos nesse sentido e encontrou resultados que o microcrédito, ao invés de aumentar o empreendorismo das famílias gerou aumento de dívida. Eu ainda não li o estudo, mas você pode encontrar aqui: http://ipl.econ.duke.edu/bread/papers/working/278.pdf

  2. Emazoel Silva permalink
    fevereiro 11, 2013 2:45 pm

    Minha ideia inicial para a monografia foi tratar da importância do microcrédito como ferramenta de redução da pobreza especificamente para uma região de Pernambuco, baseado no livro de Muhammad Yunus, mas eu vi o quando é difícil conseguir dados para esse tipo de pesquisa, então acabei abandonando a ideia e trabalhei outro tema.

    Já existe algum livro dela traduzido para o Português?

  3. fevereiro 14, 2013 11:26 am

    A Duflo tem vários livros publicados, mas nenhum com uma versão em português. Só em inglês, francês e italiano: http://economics.mit.edu/faculty/eduflo/publications

    Infelizmente a literatura de economia em português é muito pequena.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s