O cara que mais acertou as previsões do Oscar

Citizen of the Week: Ben Zauzmer PHOTO BY THOMAS CELONAO nome dele é Ben Zauzmer (mencionei ele ontem aqui no blog antes do resultado). Ele não é pesquisador, nem tão pouco fez Cinema. É apenas um estudante do segundo ano de matemática de Harvard. Desta vez ele fez 17 acertos entre as 21 categorias do prêmio, incluindo melhor filme, diretor, ator e atriz. Pelo Twitter, ele disse que seus dados já ultrapassam 5 mil observações e, em uma entrevista recente, ele contou que tudo isso vem de…

“A lot of time spent on the Internet, on MetaCritic, Rotten Tomatoes, IMDB, Wikipedia, the websites of different guild awards, the Oscars’ website, etc., gathering it all, throwing it in Excel, then using Excel and Mathematica and Stata to actually come up with the formulas. Much of it this year was done over winter break. I had a wonderful break gathering data about movies and watching movies.”

Viu só? O garoto também usa o Stata!

Interessante é que o trabalho dele é puro hobby e já tem se mostrado mais consistente do que o de muitos sites especializados. Em 2009 por exemplo ele errou só uma categoria, mantendo uma alta taxa de acertos nos anos seguintes. É um jovem prodígio, eu diria.

This entry was posted in Pesquisa. Bookmark the permalink.

3 Responses to O cara que mais acertou as previsões do Oscar

  1. Adriano, e os outros que vc citou no post de ontem? Como se sairam?

    • adutroid says:

      Nate Silver “decepcinou” dessa vez, dos 6 palpites que ele fez, acertou só 4. Os outros que citei no post até que fizeram boas previsões (incluindo o The Social Oscars, que usa dados de redes sociais), só que a maioria falhou no palpite de melhor diretor.

  2. maíra b. says:

    O Oscar envolve critérios de avaliação muito subjetivos.. esse menino está de parabéns. ter uma alta taxa de acertos como essa é coisa de gênio. Aliás, até hoje achava que os resultados do Oscar fossem totalemnte imprevisíveis. Essas novas previsões mostram que é possível fazer boas previsões se você tiver uma boa base de dados e escolher as variáveis certas.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *