Skip to content

ANPEC: nova secretaria, novo estilo de prova?

março 10, 2014

Acabou de sair no site da ANPEC os responsáveis pela secretaria executiva de 2014 e 2015. A partir de agora, a secretaria está sob o comando dos Profs Fábio e André, ambos da UFRJ. O que isso tem a dizer das provas? Para quem é candidato ao Exame, a dúvida que sempre fica é até que ponto a secretaria tem influência na escolha da banca elaboradora (o que por sua vez, determina o estilo das provas).

print anpec

É inegável que tal influência exista, resta saber o tamanho. Em conversa ontem com o Prof. Roberto Ellery (da UnB), que foi secretário adjunto da ANPEC no período 2010/2012, ele me esclareceu esse ponto:

“Quem escolhe os elaboradores e os revisores das provas é o conselho da ANPEC, o conselho é formado pelos coordenadores de cada um dos centros que participam da ANPEC. Como o secretário executivo preside o conselho ele acaba tendo alguma influência. Na minha experiência, vários anos como conselheiro e dois anos como secretário adjunto, não diria que é uma influência muito grande, via de regra as sugestões da coordenação do exame são aceitas sem muita polêmica”.

Podemos tomar como exemplo a última gestão — que ficou a cargo de dois professores da Unicamp, centro tradicionalmente heterodoxo. Em tal período houve uma mudança clara nos estilos das provas de macro e micro, com menos itens quantitativos e mais itens teóricos do que o habitual. Mencionei isso noutro post: tal estilo divergiu da tendência histórica de provas anteriores a 2012.

Qual será então o rumo do Exame na nova gestão: manter a linha da última secretaria ou retornar ao estilo fortemente quantitativo? Por um lado, existe uma pressão entre os centros mais concorridos de que a prova não deixe de avaliar as habilidades quantitativas dos candidatos (em função do teor quantitativo dos programas de mestrado nesses centros). Isso tem levado muita gente a crer no retorno fortemente quantitativo do Exame nesse ano. Por outro lado, vale destacar que a nova secretaria está sob direção de professores da UFRJ, instituição eclética mas com notável influência heterodoxa.

Obviamente, os candidatos que estão estudando para a prova devem se preparar para tudo. O bom da preparação para a ANPEC é que depois muita coisa é aproveitada nas disciplinas do mestrado, então é importante não só para ingressar no mestrado mas, principalmente, para depois resgatar conceitos ao longo do curso.

No comments yet

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s