Skip to content

ANPEC 2015: Exame foi um fiasco

novembro 5, 2014

Faz algum tempo que acompanho as provas de seleção ao mestrado/doutorado da ANPEC. Esse ano, ao que tudo indica, o Exame fica marcado como o pior da história. Explico o porquê.

coordenação do Exame acaba de notificar os candidatos de que houve erros sistemáticos na leitura dos cartões de respostas — o que acarretará mudanças na classificação dos candidatos:

comunicado anpec

A ANPEC teve 39 dias, após a realização das provas, para checar o sistema e a leitura dos gabaritos. Agora, que praticamente todos os centros fizeram os convites aos aprovados, a organização solta esse infeliz comunicado.

Tudo isso é muito ruim. Principalmente aos candidatos, que pagam uma taxa de inscrição cara e se dedicam meses (ou anos) para fazer as provas. Veja como são as coisas: o candidato se prepara muito para não ter seu erro duplamente punido (já que uma errada anula uma certa); o Exame, no entanto, parece não ter o mesmo cuidado.

Será vergonhoso se candidatos forem ‘desconvidados’ pelos centros que desejavam. Será pior se a coordenação do Exame não aprender com os erros.
________________

P.S: como é costume, o Exame deste ano também foi marcado por um alto número de itens falhos, o equivalente a 4,2 pontos (6 itens com alteração de gabarito, 5 itens anulados e 2 questões abertas anuladas). Acima portanto da média histórica (aqui o gráfico atualizado).

9 Comentários leave one →
  1. Vinicius permalink
    novembro 5, 2014 3:45 pm

    Não sei nem o que dizer sobre essa porcaria de prova.

  2. Thiago permalink
    novembro 5, 2014 4:10 pm

    Nao entendo como um exame que cobra R$310 dos seus candidatos e tem cerca de 2261 inscritos, consegue oferecer uma prova tão mal formulada, com tantas questoes alteradas e anuladas(isso pq muitos outros erros em questoes eles nao assumiram) e para fechar com chave de ouro, liberam uma classificação depois de mais de TRINTA dias, errada.

  3. novembro 5, 2014 8:22 pm

    Na verdade, isso tudo faz parte de um experimento para alguem escrever um paper sobre isso🙂

  4. Renato permalink
    novembro 6, 2014 10:21 am

    Você acha injusto com quem se matou de estudar que a ANPEC tenha uma punição para aquele que estudou mais ou menos e que chuta a resposta das questões?

    Em um único item, você pode escolher V ou F, o que dá 50% de probabilidade de acerto se a pessoa chutar. É uma probabilidade razoavelmente alta para quem não tem os conceitos claros na cabeça.

    Eu acho justo uma errada anular uma certa pois faz com que as pessoas pensem bastante antes de chutar uma resposta. É justo com quem se esforçou, com quem estudou.

    • Anônimo permalink
      novembro 6, 2014 10:48 am

      Vc acha justo uma pessoa que tinha sido praticamente aprovada em todos os centros mais concorridos e perceber que perdeu dois pontos com o gabarito definitivo e agora nenhum a chamará? Meu amigo, todo ano isso acontece.

      Vc acha justo alguém ter sido convidado pelo centro que sonhava e horas depois ser avisado que trata-se de um engano? Meu amigo, como se não bastasse as perólas de todo ano, agora deram um jeito de avacalhar até na classificação.

    • novembro 6, 2014 11:14 am

      Renato, o problema este ano ultrapassou o tipo das provas. Faltou respeito com os candidatos. Outros concursos utilizam o método V/F punitivo com sucesso. Para isso é preciso rigor na elaboração e revisão das questões. Um item mal-formulado tem ônus sobre outros itens na prova. Exemplo de descaso é o fato de que itens que são verdadeiros em um ano podem não ser verdadeiros no ano seguinte. Falta coerência.

  5. Luiz Santos permalink
    novembro 6, 2014 4:08 pm

    Outra besteira foi o gabarito trocado, puseram o de 2014 no lugar do de 2015 ! Abre o olho estagiário

  6. Gustavo André permalink
    abril 4, 2015 8:08 pm

    Estou estudando para a prova da ANPEC 2015/2016. É impressão minha, ou o Item 2 da Questão 2 de Microeconomia está com o gabarito errado? A resposta está no Varian, pg. 665 (7ª ed.). Assim fica realmente difícil…

    • abril 5, 2015 2:21 am

      Oi Gustavo, sobre este item que vc perguntou, acredito que só podemos assegurar que a afirmação “Todos os máximos de bem-estar são equilíbrios competitivos” é válida se a função de bem-estar social for individualista (função de bem-estar social de Bergson-Samuelson).

      Talvez a forma como está no livro possa ter te confundido. Aqui nesta nota de aula (página 9), o professor salienta esta é uma característica específica deste tipo de função.

      http://isites.harvard.edu/fs/docs/icb.topic635719.files/Lecture_27_Welfare.pdf

      Te desejo sucesso no Exame!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s