Skip to content

O vazio

fevereiro 4, 2011

Por Luiz Henrique Pacheco

Brief Candle, cena de Machbeth

As ideias tem o poder de mudar a conduta e as instituições humanas. Mesmo as crenças que possuem um componente não racional devem ser alicerçadas por boa teoria, afinal “O que pensamos determina o modo como agimos.”

Ocorre no Brasil, entretanto, um grande vazio de ideias, expresso na falta de um programa de governo consistente tanto da presidente eleita quanto do derrotado José Serra. A idéia da ecologia não derrotou a militância dos grandes partidos. “Uma pessoa com uma crença é um poder social igual a noventa e nove que possuem apenas interesses.” No governo Lula, também não vimos uma racionalidade na administração pública, a esquerda que criticava o pretenso neoliberalismo simplesmente continuou o programa do governo FHC, com alguns avanços sociais.

Isso no campo político. O marasmo ideológico também pode ser observado na mainstream da cultura popular. A começar pelas novelas que adaptam seu roteiro de acordo com seu sucesso comercial. O personagem do início da trama perde todos os seus traços definidores para agradar e atrair audiência. Na música todos os grupos que despontaram seguiram fórmulas prontas de sucesso.

Mas, cabe a pergunta. Por que isso acontece? É certo que algumas sociedades têm mais disposição política e socioeconômica para render-se ao som e fúria da verborragia dos meios formadores de opinião, mas quando as ideias, se é que isso é possível, conduzirão os grandes projetos de nossa sociedade?

7 Comentários leave one →
  1. Adriano permalink
    fevereiro 5, 2011 4:04 pm

    Vou tentar responder a sua pergunta: “Por que isso acontece?”, questão complexa. Talvez de uma maneira geral as pessoas estão satisfeitas com as ferramentas que tem, valem-se de padrões que deram certo, de ideias de terceiros… Situação cômoda é copiar a ideia já aplicada e bem sucedida. Sua segunda pergunta: “mas quando as ideias, se é que isso é possível, conduzirão os grandes projetos de nossa sociedade?” Quando estas forem postas em prática, existe aí um processo de experimentação. Já dizia Thomas Edison, uma porção de ideias passadas é o suficiente para criar uma boa ideia.

    • Luiz Henrique permalink
      fevereiro 8, 2011 8:16 am

      Não acredito que as pessoas estao em geral satisfeitas com aqulo que têm. Afinal, o axioma da não saciedade é válido. Além disso, é natural que as pessoas queiram imitar as outras. Isso chama-se emulação. John Lenon quem foi pq queria ser Elvis.
      Quanto mais rapidamente as ideias governarem, tanto melhor será as veredas do desenvolvimento brasileiro.

      • Adriano permalink
        fevereiro 8, 2011 3:27 pm

        Acho que não me fiz entendido. Estou concordando contigo. Os olhos não se cansam de ver, os ouvidos não se cansam de escutar. Já dizia Salomão, muito antes que a teoria econômica nascesse. Quis dizer das ferramentas (ou fórmulas, como quiser), das maneiras como as pessoas fazem pra conseguir algo.

  2. @maxmiliano permalink
    fevereiro 7, 2011 1:28 pm

    Sei de uma coisa, estou ficando irritado com esse nosso país.

  3. @airtonteves permalink
    fevereiro 8, 2011 8:30 am

    se queremos romper com o marasmo precisamos investir em novas ideias.

  4. @airtonteves permalink
    fevereiro 8, 2011 8:30 am

    texto reflexivo no blog @ProsaEconomica. Toda revolução foi, em seu principio, uma idéia no cérebro de um homem.

  5. @nayanafc permalink
    fevereiro 8, 2011 8:31 am

    Concordo com o texto o Governo só se interessa na sua popularidade, o rombo na Previdência cada vez maior e ninguém faz nada

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s