Skip to content

FMI – Quase Mundial

junho 1, 2011

Parece que teremos mais um europeu no comando do Fundo Monetário Internacional, mantendo a tradição de desde 1945.  Citando o comentário de Ricardo Almeida no Mahhantan Conection de 29/05, deixar o comando na mão de um representante dos países europeus, que ano passado foram responsáveis por mais de 70% dos empréstimos do FMI,  seria o mesmo que o comando estar nas mãos da America Latina na década perdida.

Ainda segundo este economista, caso Portugal, Espanha e Itália venham a precisar dos recursos do FMI para evitar a sua quebra, os países emergentes, digam-se os BRIC´s, que hoje possuem as maiores reservas de dólares, se tornariam os maiores “acionistas” do Fundo, superando a posição da Europa e Estados Unidos juntos. Antigos emergentes que almejavam por esta posição,  Brasil, China e Índia até o momento não indicaram ou mesmo tiveram uma postura de união para indicação de um nome único para o comando da instituição. E mais do que vontade, este seria o momento certo para que estas nações alcançassem esta posição.

One Comment leave one →
  1. augusto permalink
    junho 1, 2011 9:45 pm

    Próximos anos a tendencia é aumentar a influencia do brasil no mundo. Seria um momento favoravel pra ter um representante brasileiro no fmi. Se o Lula não tivesse tido farpas com o Fmi no passado, com certeza cogitariam colocar ele.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s