Skip to content

Pais, pressionam demais?

setembro 7, 2011

Esta é a resposta que uma nova pesquisa desenvolvida pela Pew Research Center procura. Os resultados, vindos de entrevistas com habitantes de 21 países, acabam de serem divulgados.

A China, futuro centro de gravidade econômico do planeta, lidera na pressão que os pais colocam sobre seus filhos em idade escolar. Segundo a pesquisa, quase 70% dos chineses acreditam que os pais colocam pressão exagerada em seus pupilos.

No extremo oposto reside os EUA, com seu “heróico” liberalismo, lugar onde em tese os filhos sentem-se mais livres. Próximo a este extremo está o Brasilsil.

É de se ficar surpreso que dos 21 países participantes, apenas um considere que os pais sejam de rédea curta. Justo, ao dar uma lida mais cuidadosa no relatório da Pew vemos que quem respondeu a enquente foram os próprios pais. #PewFails

Portanto, vamos fazer isto direito. Estudantes, please respondam com sinceridade.

One Comment leave one →
  1. setembro 7, 2011 2:06 pm

    Olá Adriano e todos que participam da Prosa!

    Não olhei a pesquisa, mas acredito que haja algum parâmentro de avaliação, não? Como alguns padões de comportamentos que classifiquem “quanta pressão” é exercida sobre os estudantes? Seria interessante, se houver, claro, tentar replicar esse padrão.

    Apesar do andamento da pesquisa aqui realizada, tenho pra mim que predomina (60~70%) a “não pressão suficiente” (assim como mostrado na pesquisa original) no Brasil. Claro que eu posso estar excluindo algumas classes sociais que amortizariam o resultado, mas… essa é a precepção inicial que tenho.

    Parabéns pela postagem e por todas as outras!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s