Skip to content

Ciência sem Fronteiras

março 17, 2012

Realizar um intercâmbio em uma das melhores universidades do mundo ainda é um sonho distante para muitos. No entanto, o governo criou recentemente mais uma oportunidade para tal. Estou falando do programa Ciência sem Fronteiras.

Para quem ainda não conhece, o programa Ciência sem Fronteiras consiste em um projeto lançado em 2011, que permite com que alunos de graduação e pós-graduação realizem um intercâmbio.  Até 2015, o governo prevê a utilização de até 75 mil bolsas, um investimento de cerca de R$ 3,2 bilhões. O objetivo é promover a consolidação, expansão e internacionalização da ciência e tecnologia, da inovação e da competitividade brasileira.

Nesta semana, a revista bitânica “The Economist” classificou o programa como uma tentativa do governo brasileiro de impulsionar o crescimento econômico do país, que permanece a um nível abaixo dos outros países BRIC. O artigo ainda destaca a importância da qualificação da força de trabalho sobre o desempenho da economia, mesmo que esse efeito seja de longo prazo. Nas palavras de Allan Goodman, do IIE (Institute of International Education): “The scale and speed of this programme are unprecedented”.

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s