Skip to content

Chute certeiro

outubro 23, 2012

Lendo o post do Jorge me recordo que em julho de 2009, Larry Summers, da Casa Branca, citou o Google Trends para afirmar que o pior da crise econômica já havia passado. Na época a ferramenta era pouco conhecida e nem havia motivo para acreditar nisso, já que todos os indicadores oficiais de nível de atividade e emprego indicavam que a economia estava profundamente comprometida com a crise.

Só que assim como apontado pelo post, não se pode esquecer que a maioria das fontes de dados utilizadas na economia, tanto do governo como de empresas, normalmente estão disponíveis apenas depois de um atraso substancial, em um alto nível de agregação, e para variáveis ​​que foram especificadas antecipadamente. Isso prejudica a eficácia das previsões em tempo real, vantagem que o Google pode tirar proveito.

De fato, na época do comentário do Larry o gráfico já mostrava que o número de pessoas buscando “depressão econômica” havia voltado a cair e se manteria em níveis bem menores dali em diante. Seria este apenas um chute que deu certo? Talvez. Depois disso surgiram muitas pesquisas bem interessantes (as citarei em posts seguintes), o que serviu de alerta para os bancos centrais ficarem mais atentos às 119 bilhões de buscas que passam pelo Google.

Clique para ampliar.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s