Skip to content

Matematize-se

dezembro 20, 2012

Entre os dias 11 e 14 desse mês ocorreu em Porto de Galinhas, Pernambuco, o 40º encontro nacional de economia promovido pela ANPEC. Todos os trabalhos apresentados podem ser encontrados aqui. Um trabalho que me chamou a atenção foi o do doutorando em economia pela FGV-SP, Mauricio Luperi, sobre a matematização da academia brasileira de economia desde 1980 [arquivo pdf].

Utilizando-se das publicações de artigos das principais revistas de economia do país e dos artigos publicados nos encontros da ANPEC, o autor tentou constatar a evolução da linguagem formalizada na pesquisa econômica brasileira. Um dos resultados do artigo foi que houve um aumento considerável no uso médio de equações por artigos publicados, passando de três a cinco nos anos 80, para seis a oito no último decênio.

Fonte: Luperi (2012)

Fonte: Luperi (2012)

Além do uso da variável quantitativa, número médio de equações por artigos, o autor usou algumas variáveis qualitativas e chegou a resultados semelhantes. Diante disso, o que deve ser salientado é que a tendência da matematização da ciência econômica nacional é muito forte e que, portanto, na minha opinião, os estudantes e as faculdades devem, cada vez mais, se dedicar ao estudo e ao ensino da matemática. O preço de uma formação não matematizada poderá ser a impossibilidade de ler um simples paper da sua área de pesquisa. Aprender matemática gera elevados retornos no longo prazo. Independentemente de você gostar ou não de matemática, a matematização tornou-se uma tendência.

______________

Prosa 1: Como de costume, as opiniões aqui transmitidas pertencem ao autor do post.

3 Comentários leave one →
  1. Mauricio Martinelli Luperi permalink
    dezembro 30, 2012 3:44 am

    A conclusão sobre meu artigo sobre o processo de matematizacao e equivocada. Esse ensaio que faz parte de minha tese de doutorado e critico ao processo de matematizacao. Peço retirarem a conclusao que nao e minha.

    Cordialmente.

    Prof. Dr. Mauricio Martinelli Luperi

    • Prosa Econômica permalink*
      dezembro 31, 2012 6:24 pm

      Caro Mauricio, tudo certo?

      Não entendemos muito bem o comentário mas agradecemos o contato. Para evitar qualquer mal-entendido, adicionamos uma nota de rodapé. Reforçamos que as opiniões (exceto menção ao contrário) sempre pertencem ao autor do post. Nos casos em que há discordância de algum ponto de vista pedimos, por gentileza, escrever sua opinião nos comentários e assim podemos discutir. O que não podemos fazer é apagar uma opinião aqui exposta porque o autor da pesquisa discorda.

      Mais uma vez, é um prazer tê-lo em nossa discussão.

      • Mauricio Martinelli Luperi permalink
        janeiro 31, 2013 3:44 pm

        Refoço que o que está escrito pelos senhores: “Diante disso, o que deve ser salientado é que a tendência da matematização da ciência econômica nacional é muito forte e que, portanto, os estudantes e as faculdades devem, cada vez mais, se dedicar ao estudo e ao ensino da matemática. O preço de uma formação não matematizada poderá ser a impossibilidade de ler um simples paper da sua área de pesquisa. Aprender matemática gera elevados retornos no longo prazo. Independentemente de você gostar ou não de matemática, a matematização tornou-se uma tendência.”, não faz parte de minha tese. Do jeito que foi colocado pelos senhores, parece que defendo que a matematização da economia é a melhor coisa que aconteceu na ciência econômica. Quando na verdade, o ensaio é o ensaio é uma crítica a matematização.
        Peço retirar o trecho entre aspas.
        Aguardo sua breve reposta.

        Prof. Dr. mauricio Martinelli Luperi

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s